domingo, 16 de março de 2014

GAMES COMO FATOR DE PROMOÇÃO TURÍSTICA: O CASO DO BRASIL QUEST, DA EMBRATUR.





BRASIL QUEST (MOBILE GAME)



Lançamento do Game em Nova York

No dia 23 de Março de 2012, a Embratur lançou na Times Square, em Nova York, um  App (game) para celular com o objetivo de ajudar potenciais visitantes a se familiarizarem com as 12 cidades que sediarão jogos da Copa do Mundo de 2014. Os Estados Unidos são o segundo maior emissor de turistas para o Brasil.


O Lançamento do game ocorreu às 17hs da tarde na esquina noroeste das ruas 45 e Broadway. Nova-iorquinos que passavam pelas ruas eram chamados a conhecer e jogar o Brasil Quest. Os três melhores jogadores ganharam uma viagem de 7 dias com acompanhante para o Brasil.



Sobre a Embratur

A Embratur é uma autarquia do Governo Federal responsável pela promoção, marketing e apoio à comercialização dos produtos, serviços e destinos turísticos do Brasil no exterior. Seu objetivo é transmitir valores, conceitos e informações turísticas do Brasil com o intuito de incentivar a vinda de estrangeiros para o país.

A principal aposta da Embratur é a cultura brasileira como o diferencial no mercado turístico internacional. A proposta é ampliar o conhecimento do mundo acerca da cultura brasileira, abrangendo o modo de viver, os museus, os filmes, as peças teatrais, a literatura, as festas, as músicas que celebram brasilidade.



Sobre o Game Brasil Quest

Inserindo o usuário dentro do universo brasileiro, por meio de trilhas sonoras únicas, ilustrações e ambientação de cenários brasileiros, a Embratur criou um game mobile para Android, iPhone e Ipad, em que o público-alvo tem o contato com nossa cultura de maneira lúdica e divertida.

O conceito de felicidade brasileira foi levado para o game, com a história de um personagem, o Yep, que vivia em um planeta distante, frio e triste e que de repente viu-se diante da oportunidade de conhecer um universo totalmente diferente, cheio de cor e alegria: as terras brasileiras.


Uma vez aqui no Brasil, o personagem principal, o Yep, deixa de ser cinza, absorve muita “alegria” e se torna amarelo. Ele começa a passear pelas ruas das cidades-sedes, pulando obstáculos e ganhando vidas.
Percorrendo as 12 cidades-sede da copa de 2014, Yep tem como objetivo capturar o máximo de "orbs" da felicidade. À medida que ele captura as peças, vai ganhando cor e vida.




Os pontos obtidos pelo Yep podem ser utilizados na compra de souvenirs.  O “passeio” pelas cidades pode ser selecionado antes de começar a jogar. Se o usuário clicar em “city facts” ele também pode obter informações sobre as atrações turísticas da cidade.


Com ilustrações bem trabalhadas e trilhas sonoras pensadas para cada cidade, o jogador terá a oportunidade de conhecer um pouco da cultura de cada região de um país tão diverso e único. Não foi criado apenas um game de turismo, foi criada uma experiência de contato com o país.

 O Brasil Quest foi criado para diversificar as formas de promoção turística internacional. O Instituto busca dar uma atenção especial para os meios digitais que cada vez mais são as principais fontes de informação para os turistas estrangeiros. Em 2012, 36% dos turistas que vieram ao Brasil buscaram informações na internet”, avalia  Walter Vasconcellos, diretor de Marketing da Embratur.


Novidades do Jogo

Desde outubro de 2013, o game Brasil Quest está disponível na página promocional da Embratur no Facebook, o Visit Brasil, em inglês. Até então, só era possível acessar a plataforma por meio dos aplicativos para os aparelhos com os sistemas da Apple (iOS) e do Android.





Outra novidade, é que a Embratur fará um ranking com os melhores jogadores. As pessoas que mais pontuarem em cada uma das cidades-sedes (que são as fases), ganharão um boneco do aventureiro Yep, protagonista do game.  Os jogadores poderão também acumular os pontos das partidas jogadas tanto no facebook quanto nos aplicativos para smartphones e tablets. “As duas versões são integradas, então as pontuações serão sempre somadas. O principal objetivo do app para Facebook é estimular o download para o celular”, explica o diretor de Marketing da Embratur, Walter Vasconcelos. 

Desde que foi lançado, em março de 2012, mais de 15 mil usuários fizeram download do jogo. Na versão para a rede social, os britânicos e os norte-americanos são os que estão mais plugados no alienígena Yep, representando 65% dos usuários.



Fontes:

Blog Aquarela 2020 (Link: http://aquarela2020.wordpress.com/

Canal da Embratur no Youtube (Link: https://www.youtube.com/user/visitbrasil/featured)

domingo, 9 de março de 2014

DESCOBRINDO DESTINOS TURÍSTICOS ATRAVÉS DE FILMES

Os filmes tem a incrível capacidade de nos fazer viajar. Alguns cenários são fictícios, criados em estúdio, e outros são reais. Com certeza, você já teve vontade de viajar só para conhecer um destino que passou nas telas do cinema, não é mesmo? Pois bem, alguns lugares são realmente incríveis e ficaram famosos mundialmente porque foram cenários de filmes. Neste texto, vamos conhecer alguns locais bem diferentes e que são uma ótima opção para viajantes em busca de novidades e aventuras. O que vocês acham?


Angkor Wat, Camboja.
Cenário do Filme Lara Croft: Tomb Raider (2001).

As ruínas de Angkor Wat se estendem por cerca de 200 km² no oeste do Camboja. Tornou-se símbolo do Camboja, aparecendo em sua bandeira e sendo sua principal atração turística. Em 14 de dezembro de 1992 foi declarado pela UNESCO Patrimônio da Humanidade. A cada ano, o local recebe cerca de 1 milhão de visitantes. O templo Ta Prohm foi usado nas gravações do filme Tomb Raider, com Angelina Jolie como Lara Croft.



Bran Castle, Transilvânia (Romênia).
Cenário do Filme Drácula (1992).

A Transilvânia, na Romênia, abriga o famoso Castelo do Conde Drácula, o Bran Castle. Por volta de 1430, nasceu o príncipe Vlad III Draculea, ou Vlad Tepes, que defendia a região de invasores. Diz a lenda que, após matar os inimigos, ele bebia o sangue deles. O escritor irlandês Bram Stoker se inspirou na história e lançou o livro Drácula, em 1897. Com isso, vários filmes foram feitos baseados na história da existência de uma criatura que empalava pessoas.
O local das filmagens é um museu aberto ao público e exibe peças de arte e mobiliário colecionados pela Rainha Maria, que já morou no local. Nas cidades próximas, há outros cenários que merecem a visita, como a Ponte das Mentiras e a Igreja Negra, a maior igreja gótica do país. O visitante pode ainda passear de teleférico e ir até o topo da montanha Tamp.
Site oficial: http://www.bran-castle.com/




Hobbiton, na Região Waikato – Nova Zelândia.
Cenário do Filme O Senhor dos Anéis (A trilogia).

A cerca de 160 quilômetros de distância de Auckland encontra-se a zona rural de Matamata, que, devido às colinas verdes e ao ambiente calmo, serviu como o lugar ideal para encenar Hobbiton, a vila dos Hobbits, na famosa trilogia O Senhor dos Anéis. A vila do personagem Frodo Bolseiro, um dos protagonistas da série, foi toda construída em uma fazenda de 485 hectares. Lá, foram criadas mais de 40 casas de hobbits, além de um moinho, para compor o cenário. Contudo, a construção não desapareceu após o fim das filmagens, como acontece normalmente. Todo o cenário foi mantido e, desde 2001, Hobbiton é atração turística aberta, com passeios de até duas horas. Há opção de hotelaria, incluindo o mesmo e icônico pub onde os personagens costumavam se reunir. Em Hobbiton, os visitantes podem encontrar a verdadeira atmosfera da aldeia que fez tanto sucesso nas telas, e os fanáticos pela trilogia podem sentir de perto como é viver no condado dos hobbits. 





Honolu Valley, Havaí
Cenário do Filme Piratas do Caribe 4 – Navegando em Águas Misteriosas (2011)

Com uma rica e variada paisagem natural, a Ilha Kauai, a quarta maior do arquipélago do Havaí, serviu de locação por causa dos vales, das montanhas e das praias. A ilha também recebeu as produções de Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas.
As principais programações turísticas de Kauai envolvem atividades em contato com a natureza, como snorkel, caiaque e zipline. Alguns pontos são acessíveis apenas por trilha, por mar ou via aérea, o que dá a oportunidade de explorar a ilha ainda mais a caminho de destinos novos. Lá está também o Cânion Waimea, considerado o "Grand Canyon do Pacífico", que oferece uma vista panorâmica de diversos vales.



Istambul, Turquia.
Cenário do Filme 007 – Operação Skyfall (2012)

O último filme do Agente 007, Operação Skyfall, começa com uma intensa perseguição pelas ruas de Istambul. No caminho de Bond atrás do vilão, podemos ver alguns dos principais pontos turísticos da cidade turca como o Grande Bazar, construído no século 15, um dos maiores mercados do mundo, onde é possível comprar tapetes, joias, lumiarias, roupas e sapatos, e a Basílica de Santa Sofia, remanescente da época bizantina e conhecida pela bela arquitetura. Como maior e mais desenvolvida cidade da Turquia, Istambul chama a atenção por ser considerada um ponto de encontro de culturas, com numerosas sinagogas, mesquitas e igrejas, além de construções antigas e bairros tradicionais. 




Tattooine, Tunísia.
Cenário do Filme Stars Wars.

Os fãs de Star Wars podem conhecer Tattooine, planeta natal de Anakin Skywalker, sem precisar deixar a Terra. A província de Tataouine, no sul da Tunísia, foi usada para gravações dos filmes da saga de George Lucas, e é possível até hoje encontrar locações originais que se mantém intocadas desde as filmagens, como o cenário da pista de corrida de pods e a cidade de Mos Epa, construída no meio do deserto.
As cidades que serviram de cenário foram: Onk Jamel e Ksar Ouled Soltane.



sexta-feira, 11 de outubro de 2013

FOTOGRAFIA DIGITAL E PROMOÇÃO TURÍSTICA: O USO DO INSTAGRAM PELO MINISTÉRIO DO TURISMO.







O Instagram é um aplicativo e rede social que conquistou seu espaço no mundo virtual. É destaque quando se fala em fotografia instantânea e móvel. O Instagram foi a primeira rede social lançada unicamente para aplicativos mobile.

Em fevereiro de 2013, o Instagram alcançou a marca de 100 milhões de utilizadores no mundo!

Esse aplicativo foi desenvolvido pelo brasileiro Mike Kriegor e pelo americano Kevin Systrom em outubro de 2010. Em abril de 2012 o Facebook adquiriu o Instagram por 1 bilhão de dólares.

O Instagram é compatível com outras redes sociais, tais como o Twitter, Foursquare, Tumblr e Posterous.  Recentemente,  teve o seu conteúdo expandido para notebooks por meio do sistema operacional Windows.

De olho nesse mercado ‘Mobile Social Media’, o Ministério do Turismo do Brasil criou um perfil no Instagram em janeiro de 2012. Diariamente, são publicadas fotos de pontos turísticos, cidades, destinos, eventos e de ícones da história, cultura e gastronomia do país. 

O perfil do Ministério do Turismo também divulga as belezas do Brasil com a ajuda de seus seguidores, que usam a tag #mtur em suas fotos e compartilham imagens de todas as regiões do país.



@mturismo.


Essa rede colaborativa de fotos Instagram do MTur conta com mais quatro mil seguidores, mais de 1.700 fotos publicadas, sendo muitas delas inseridas por usuários.

De acordo com o estudo da Demanda Turística Internacional de 2012, cerca de 1,87 milhões de turistas que visitaram o Brasil em 2012 utilizaram a Internet para buscar informações sobre os destinos e até comprar pacotes turísticos. O Brasil possui 102,3 milhões de internautas, sendo que 75% deles fazem parte de redes sociais.


“O turista usa a rede para pesquisar a experiência dos outros viajantes. Está conectado à Internet e consulta as mídias sociais em tempo real”, disse a coordenadora de redes sociais do Ministério do Turismo, Tatiana Lobão.


Clique nas imagens para ampliá-las!!


Ruínas de Alcântara, no Maranhão.

Centro Histórico de João Pessoa, PB.



Morro da Urca, Rio de Janeiro.


Belém, PA.



É muito interessante ler os comentários dos usuários. São pessoas do mundo inteiro que visualizam os posts da rede social e compartilham fotos, sugestões e ideias sobre as cidades e locais.




sábado, 5 de outubro de 2013

MEGALÓPOLES TECNOLÓGICAS: O CASO DE SEUL, NA CORÉIA DO SUL






Seul (capital da Coreia do Sul) é uma das cidades com melhor desempenho na aplicação das TICS. A pesquisa foi realizada pela Network Society City Index, em parceria com a Ericsson, em 2011. Após analisar 26 indicadores em 25 países, as duas empresas concluíram que Seul possui um elevado nível de tecnologia em questões como infraestrutura, meio-ambiente, segurança, saúde e educação.

O lema de Seul é Bhalli-Bhalli. Algo como “Mais rápido, mais rápido”!

Arranha-céus modernos, muitos com entradas marcadas por esculturas ao ar livre, simbolizam o crescente poder econômico da Coreia do Sul, terra de empresas icônicas, como Samsung, LG e Hyundai.

Com uma população de 10 milhões e 500 mil habitantes, Seul, capital da Coreia do Sul, fica localizada ao norte do país e possui uma área um pouco maior que 605 quilômetros quadrados de extensão. Seul é o principal e mais desenvolvido centro financeiro e comercial da Coreia do Sul, e um dos principais do continente asiático e do mundo.


TECNOLOGIA AVANÇADA:

Na Coreia do Sul, 97% por cento dos domicílios têm internet e a penetração da banda larga (91%) é a maior do planeta. (Jornal O Globo, 2012).

A Coreia do Sul fez da inclusão digital uma de suas alavancas econômicas, liderando o último ranking mundial de tecnologia da informação e comunicação da União Internacional de Telecomunicações, um órgão da ONU. 


Antes de entrar no trem, jovem faz compras num supermercado digital com um aplicativo que
escaneia os códigos de barra da prateleira virtual e agenda entrega a domicílio.




EDUCAÇÃO DIGITAL:

Um dos grandes investimentos do governo Sul Coreano é a SMART EDUCATION — sistema que permite aos alunos estudar onde e quando quiserem. Até 2015, todo o currículo escolar estará digitalizado, com conexão sem fio em 100% das escolas. A substituição gradual dos livros pelos notebooks ou tablets não será problema para as novas gerações sul-coreanas, que desde cedo têm acesso à tecnologia. 





    Hiperconectadas, as crianças estão prontas para um futuro sem lápis! 
(Jornal O Globo, 2013).


CONECTIVIDADE:




A Cidade já oferece internet de alta velocidade nas ruas e no metrô. É possível ver vídeos on-line e enviar mensagens de e-mail enquanto se caminha das ruas movimentadas dos bairros da capital.

Até o fim deste ano de 2013, o governo sul-coreano quer todas as casas conectadas a um gigabit por segundo. O projeto SMART SEUL, um investimento de US$ 800 milhões, prevê a expansão dos serviços online e da segurança digital na capital até 2015, quando 80% da população deverão ter smartphone.

A promoção oficial da banda larga começou na década de 90, enquanto os americanos, por exemplo, apostavam no acesso discado. Incentivos foram dados às empresas e assinaturas foram subsidiadas, assim como a compra de PCs e até aulas para quem queria navegar na web.



METRO DE SEUL:

No eficiente metrô de Seul, que transporta seis milhões de pessoas por dia, os usuários também podem acessar a web de graça de qualquer vagão. Os sul-coreanos têm a rede mais rápida do mundo — citada pelo presidente Barack Obama como um exemplo a ser seguido pelos EUA. A média é de 17,5 Mbps (megabits por segundo), de acordo com pesquisa da empresa de tecnologia Akamai. O mesmo relatório indicou que a velocidade média da web brasileira é de 1,8 Mbps.




Nas estações de Metrô, há painéis eletrônicos nas saídas das estações que informam aos passageiros o tempo de espera para os ônibus de conexão.



'SONGDO': A CIDADE DO FUTURO: INTELIGENTE, SUSTENTÁVEL E CONECTADA.



"CIDADE GLOBAL DO FUTURO"

Com um investimento de quase R$ 80 bilhões, o governo coreano está construindo a cidade global do futuro. A 65 quilômetros de Seul, está sendo erguida uma metrópole com que há de mais moderno em termos de arquitetura, urbanismo, sustentabilidade e tecnologia.

Songdo quer ser pioneira em absolutamente todos os aspectos:


  1. Será uma cidade "verde", com 40% de sua área destinada a parques e praças;
  2. Será a cidade sem trânsito, com todo o sistema viário planejado para aumentar a fluidez, além de altos investimentos em metrô, bondes elétricos e até táxis aquáticos elétricos;
  3. As ruas terão sensores no asfalto, que ajudam a entender em tempo real os deslocamentos, aumentar o tempo dos sinais em caso de congestionamentos e até diminuir a iluminação das vias quando ninguém estiver passando, para economizar energia;
  4. O lixo é sugado diretamente das cozinhas residenciais por uma vasta rede subterrânea de túneis ligada a centros de processamento de lixo, onde cada resíduo é automaticamente classificado, desodorizado e tratado. A ideia é usar parte desse lixo doméstico para produzir energia renovável;
  5. Não há caminhões de lixo passando pela cidade nem grandes lixeiras na frente dos edifícios;
  6. A Empresa Samsung está desenvolvendo sistemas que ligam dispositivos domésticos aos celulares dos moradores da cidade.



REFLEXAO:

Para especialistas, o modelo do país asiático deve inspirar o Brasil a perseguir um desenvolvimento mais globalizado, com destaque para o ensino e avanços tecnológicos e redes sustentáveis de planejamento urbano!

E VOCÊ, O QUE ACHA?







sábado, 28 de setembro de 2013

REDES SOCIAIS E HOTELARIA: CASOS DE SUCESSO

O fato é que nos dias atuais há mais facilidade para divulgar os produtos e serviços de qualquer ramo de atuação. Além dos próprios websites das hospedagens, outra maneira de divulgação de produtos e serviços é através das redes sociais.

No Brasil, a rede social de maior sucesso é o Facebook. Esta ferramenta se tornou algo indispensável na vida dos internautas brasileiros.

Por isso, para os que visam atingir um público internacional, a ferramenta Facebook é a mais indicada. Esta página de relacionamentos possui inúmeras funções interativas, o que gera visibilidade entre os internautas. É possível postar inúmeras fotos, elaborar textos e desenvolver um perfil elaborado de seu empreendimento, além de divulgá-lo em toda rede.

A maioria dos hoteleiros já sabe que o Facebook pode ser uma ferramenta muito valiosa para incrementar as vendas do hotel, porém, apenas uma parcela muito pequena consegue transformar seus esforços nas redes sociais em vendas diretas para o hotel.

Hoje em dia, os turistas, sejam eles de lazer ou negócios, formam uma enorme comunidade no espaço virtual, muito unida, que se ajuda mutuamente através das redes sociais e são formadores de opinião.


Uma pergunta: quando foi a ultima vez que você reservou um hotel, ao qual você nunca esteve antes, sem antes consultar o que dizem outros usuários?


Case de Sucesso: SHERATON HOTEL

Site de comunidade do Hotel Sheraton.


A famosa e tradicional rede Sheraton possui mais de 400 hotéis e está presente em todos os continentes há mais de 70 anos e usa como slogan um princípio muito aplicável às redes sociais: “A vida é melhor quando compartilhada”. Foi neste espírito que a empresa criou uma comunidade em que seus clientes compartilham experiências passadas em hotéis da rede, falando sobre suas condições, atendimento e diferenciais que levaram a Sheraton a fazer sua viagem melhor e que se torna peça central da estratégia de engajamento online da empresa.

As redes sociais se tornaram um canal promissor para diversos segmentos da economia, principalmente para a venda de produtos no varejo e serviços como no caso da hotelaria e turismo. Além disso, as redes sociais impulsionaram o avanço deste novo canal de vendas, criando um novo perfil de consumidor, disposto a comprar pela internet e aproveitar todas as facilidades e vantagens que esse novo canal oferece de forma interativa, ágil e eficiente.

Segundo pesquisa divulgada recentemente pela rede de relacionamento Facebook, atualmente existem no total 1 bilhão de usuários desta rede no mundo, sendo que 37 milhões são brasileiros, e cerca de 51% deles utilizam-no mais de uma vez por dia.  Outro dado importante é que somos o quarto País do mundo em números de usuários no Facebook, ficando somente atrás dos Estados Unidos, com 157 milhões, Indonésia com 41,7 milhões e a Índia com 41,3 milhões.

A PERGUNTA QUE FICA: Já pensou em quantas oportunidades as redes de hotéis estão perdendo por não disponibilizar os atrativos de seus hotéis e as reservas on-line nas redes sociais como facebook, twitter ou nos blogs corporativos?

Muitas redes hoteleiras nacionais e internacionais, atentas a esta evolução, têm investido milhões de reais em marketing digital para “abocanhar” esta fatia do mercado. As ferramentas mais utilizadas por estes hotéis nas redes sociais são fan pages, sites de reservas online no Facebook, blog corporativos e em campanhas promocionais no microblog Twitter ou no Facebook para “seguirem” ou “curtirem” as respectivas páginas. Segundo Martha Gabriel, autora especialista em Marketing Digital, as redes sociais são poderosas plataformas estratégicas de Marketing e podem ser usadas em benefício do relacionamento social. A essência das redes é a comunicação, e as tecnologias são elementos catalisadores que facilitam interações e o compartilhamento de informações. (Livro: MARKETING DIGITAL, pág. 194).

OUTRA PERGUNTA: Você tem ainda  alguma dúvida de que as redes sociais são o novo nicho de vendas do segmento? 


CONFIRA ABAIXO TRÊS CASOS DE SUCESSO DO USO DE REDES SOCIAIS EM HOTELARIA NO BRASIL.


LEIAM TODOS OS CASOS E VEJAM COMO FUNCIONA!!

1º EXEMPLO:




https://www.facebook.com/atlanticabrasil?fref=ts


A rede de Hotéis ATLANTICA HOTELS usa o Facebook como interface direta com o hóspede, sem que a operação tenha de ser redirecionada ao site oficial da empresa.  De acordo com a Supervisora de web marketing da Rede, Rosangela Silva, “outra vantagem, é que o hóspede poderá manter sua navegação pelo Facebook normalmente, após a operação de reserva. E, como toda operação será dentro do Facebook, será possível mensurar o potencial deste canal de vendas”, destaca a supervisora. Outro destaque são as promoções. Nesta rede, os hóspedes encontrarão promoções especiais, principalmente para os finais de semana. “Se queremos aproveitar o dinamismo do Facebook, precisamos ser igualmente dinâmicos e oferecer novidades frequentes, afinal, estamos falando de um público com forte poder de decisão e de compra”, avalia Rosangela.


2º EXEMPLO:




A INTERCITY HOTÉIS INTELIGENTES é outra rede hoteleira que vem apostando alto nas redes sociais como canal de venda de reservas e para estreitar seus relacionamentos com os clientes. Segundo o Gerente de Marketing da Rede, Marcelo Marinho, “o objetivo da nossa empresa é nos aproximar do nosso hóspede, fornecendo conteúdo relevante e gerando sinergia entre nossos públicos. Serve também como um canal de troca e comunicação aberto e democrático. Se alguma venda vier deste canal será ótimo, mas este não é nosso foco principal. Utilizamos estes meios para divulgar nossas promoções e tarifas - até porque nosso público quer ter esta informação em primeira mão, mas nosso foco nas mídias sociais está voltado ao relacionamento, portanto ainda não as encaramos como um canal de venda efetivo”, afirma o gerente.


3º EXEMPLO:




Com o objetivo de proporcionar mais praticidade aos clientes conectados às redes sociais, a rede MABU HOTÉIS & RESORTS também investe nas redes sociais e oferece um aplicativo para reservas online no Facebook. Para o Superintendente da Rede, Alberto Asseis, “as redes sociais sem dúvida alguma agrega tanto vendas e relacionamento estreitar o contato informal com o cliente e, consequentemente, aproveitamos o canal para divulgar e vender. As campanhas são realizadas mensalmente. Divulgamos nossos serviços, novidades e promoções. Além disso, fazemos campanhas para presentear nossos seguidores, entregando prêmios como convites de teatro, diárias e almoços. Estas campanhas também ajudam na divulgação da marca e a comunicação fica mais dinâmica. A mensuração dos resultados é através de um sistema online que mensura tanto o número de acessos quanto à efetivação da compra”, explica Asseis. 


EM DESTAQUE:

O site TRIP ADVISOR é o maior site de viagens do mundo, certo? São mais de 400 milhões de usuários no mundo inteiro. E todo ano, são feitas eleições pelos internautas para a escolha dos melhores destinos e lugares para viajar e se hospedar. No ano de 2013, os melhores hotéis escolhidos foram estes: 


O que queremos chamar a atenção de vocês é que todos os melhores hotéis possuem site no Facebook, embora esse quesito de vendas e de relacionamento não tenha sido um fator decisivo na eleição dos internautas.

O fato é o seguinte: AS REDES DE HOTÉIS NÃO PODEM DEIXAR DE CRIAR E PARTICIPAR DAS REDES SOCIAIS. ISSO É UM FATOR DE FUNDAMENTAL SUCESSO PARA AS EMPRESAS. TRATA-SE DE UM SEGMENTO DE TRABALHO PARA NÓS, PROFISSIONAIS DO TURISMO!!!

VOCÊS CONHECEM OUTROS CASOS DE SUCESSO COMO ESTES? COMPARTILHEM CONOSCO ESSAS INFORMAÇÕES!! 

Abraços!


domingo, 22 de setembro de 2013

TRANSMIDIA STORYTELLING E TURISMO 2.0.


Um dos grandes destaques na área do Marketing de Inovação é a ferramenta Transmídia Storytelling.  

Transmídia é o uso integrado das mídias, de forma que uma história ou mensagem ultrapasse os limites de um único meio. Utilizar diversos suportes para a contação de histórias é um aliado fundamental, uma vez que cada mídia conta com linguagens particulares: vídeo, texto, hiperlinks, QR CODE, livros, etc.

Storytelling é contar uma história (Story) por meio de diferentes mídias, tendo consciência de que cada uma exige uma narrativa específica e atinge públicos diferentes.

Para Descartes, “as histórias são poderosas, porque podem nos transportar mentalmente para o centro dos mundos imaginários, e uma vez lá, permanecemos engajados em muitos níveis, como emocional, intelectual, psicológico e moral”.

A questão é que as pessoas tendem mais a acreditar em histórias – reais ou não – do que em muitos fatos, assim como acontecem com os mitos da antiguidade.  Guardamos mais facilmente as informações quando ela está envelopada nesse tipo de estrutura.

Segundo Rodrigo Cajo, mestre em Storytelling pela USP, “o componente conversacional sempre foi muito forte e não é diferente agora, com as redes sociais digitais de compartilhamento de experiências”.

Outros autores acreditam que Storytelling é a técnica de marketing mais antiga e mais eficiente que existe.

Mas por que essa ferramenta é tão importante assim no mundo dos negócios? A resposta é simples: vence a empresa que melhor dominar a arte da narrativa. A questão é: COMO?




Campanha da Apple. Steve Jobs em ação. 


A Apple, por exemplo, conseguiu aproveitar o poder da imaginação em suas campanhas publicitárias e fez dos seus produtos uma cultura.

“A narrativa é uma ferramenta imprescindível na gestão do conhecimento, na construção da memória organizacional e na humanização do ambiente de trabalho” (Gislayne Avelar, autora do livro Storytelling: líderes e narradores de histórias).


Mas as boas histórias não devem apenas ser bem escritas e apresentáveis. Devem ser verdadeiras em relação às suas intenções, principalmente quando elas geram esse tipo de expectativa no seu público.

No âmbito da comunicação das marcas, as técnicas de Transmídia Storytelling podem ser utilizadas para fazer uma “amarração contextual mais elaborada e potencialmente mais engajadora entre as diferentes mídias de uma campanha” (Bruno Scarfazzoni).

No turismo, a instituição brasileira responsável pela promoção do Brasil no exterior é a EMBRATUR. Ela é responsável pelo marketing e apoio à comercialização dos produtos, serviços e destinos turísticos. 

Ano passado, a EMBRATUR lançou uma nova campanha publicitária internacional. O lançamento foi em Londres, quando o Comitê dos Jogos Olímpicos anunciou o Brasil como o próximo país a sediar as Olimpíadas de 2016. O título da campanha é:

           “O MUNDO SE ENCONTRA NO BRASIL. VENHA CELEBRAR A VIDA”.

Essa nova campanha foi lançada em canais de TV, revistas, redes sociais, sites, mobiliários urbanos, etc. Podemos afirmar que a EMBRATUR está utilizando a ferramenta Transmídia Storytelling? SIM OU NÃO? Comente. Dê sua opinião a respeito!


video





Depois, visite o site da Embratur no Facebook para conferir a forma como eles estão promovendo essa mesma campanha nas redes socias. 
Link: http://www.facebook.com/VisitBrasil

Você conhece outro exemplo de Transmídia Storytelling no turismo?



Vídeo de destaque:

Uma propaganda de muito sucesso que utiliza Transmídia Storytelling é a Coca-Cola. Ela criou a campanha Coca-Cola Happiness Factory. Trata-se de um mundo que se passa dentro da vending machine, com personagens inusitados e interessantes. 

Assista!! 

video